Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

14 de mar de 2010

4ª SEMANA DA QUARESMA

Ó Deus, tem piedade de mim,
conforme a tua misericórdia;
no teu grande amor
cancela o meu pecado.
(Salmo 50)


Nesta semana, conheçamos mais ainda o alcance da misericórdia, que começa no relacionamento com as pessoas que estão mais próximasde nós e nos dá alma nova para viver em sociedade, levando-nos à prática das chamadas "Obras de Misericórdia", aliadas à busca incansável da verdade e da justiça.

A misericórdia sempre será necessária, mas não deve contribuir para criar círculos viciosos que sejam funcionais a um sistema conômico iníquo. Requer-se que as obras de misericórdia estejam acompanhadas pela busca de uma verdadeira justiça social, que vá elevando o nível de vida dos cidadãos, promovendo-os como sujeitos de seu próprio desenvolvimento. Em sua Encíclica Deus Caritas est, o Papa Bento XVI tratou com clareza inspiradora a complexa relação entre justiça e caridade. Ali, disse-nos que "a ordem justa da sociedade e do Estado é uma tarefa principal da política" e não da Igreja. Mas a Igreja " não pode nem deve colocar-se à margem na luta pela justiça". Ela colabots purificando a razão de todos aqueles elementos que ofuscam e impedem a realização de uma libertação integral. Também é tarefa da Igreja ajudar com a pregação, a catequese, a denúncia e o testemunho do amor e da justiça, para que despertem na sociedade as forças espirituais necessárias e se desenvolvam os valores sociais. Só assim as estruturas serão realmente mais justas, poderão ser mais eficazes e sustentar-se no tempo. Sem valores não há futuro e não haverá estruturas salvadoras, visto que nelas sempre subjaz a fragilidade humana. A Igreja tem como missão própria e específica comunicar a vida de Jesus Cristo a todas as pessoas, anunciando a Palavra, administrando os sacramentos e praticando a caridade. É oportuno recordar que o amor se mostra nos obtasmais do que nas palavras, e isto vale também para nossas palavras nesta V Conferência. Nem todo o que diz Senhor, Senhor... (cf. Mt 7,21). Os discípulos missionários de Jesus Cristo têm a tarefa prioritária de dar testemunho do amor de Deus e ao próximo com obras concretas. Dizia São Alberto Hurtado: "Em nossas obras, nosso povo sabe que compreendemos sua dor".

O jejum indicado para esta 4ª semana, é tomar a iniciativa, ir à Igreja, redescobrir sua paróquia como sua casa, colocar-seà disposição para os serviços religiosos ou da caridade, conversar com seu pároco e dizer "aqui estou".

Nenhum comentário:

Postar um comentário