Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

21 de fev de 2010

Centenário de nascimento de Dom Adelino

Ontem à noite (sábado, 20/02/10), foi realizada no salão paroquial mais uma reunião em preparação às comemorações do centenário de nascimento de Dom José Adelino Dantas, que ocorrerá durante este ano de 2010.
Um grupo bom e disposto a trabalhar e contribuir com a realização das atividades do Centenário do nosso "Dom" esteve presente à reunião. Algumas comissões foram formadas e na manhã deste domingo uma das equipes já arregaçou as mangas e começou o trabalho no Museu do Monte, visando a elaboração do diagnóstico do acervo de D. Adelino.
As comemorações do centenário de nascimento de Dom Adelino começarão no dia 17 de março deste ano, com uma missa que será celebrada às 09 horas da manhã na Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, local onde o Bispo está enterrado. A missa será presidida pelo nosso Bispo diocesano, D. Manoel Delson, e contará com a participação de diversas autoridades eclesiais, familiares, amigos e ex-alunos de Dom Adelino.
Muitas outras atividades acontecerão em nosso município no decorrer deste ano tendo como tema principal a vida e obra do "Dom", e a medida em que elas forem sendo agendadas estaremos postando neste blog.
Uma próxima reunião está marcada para o próximo sábado (27/02), ás 20h na Secretaria Paroquial.
(Comissão de Comunicação)

O MONTE DO GALO está diferente...

"O Monte do Galo está diferente. É como se fosse uma criança após o banho e vestida a rigor para uma festa de apresentação. Isto porque o cidadão Manoel Lucas Dantas, conhecido por 'Manoel de Zé Lucas', num rompante de determinação e de devoção à Nossa Senhora das Vitórias resolveu dar uma nova imagem de embelezamento às estruturas físicas do Monte do Galo."
Texto de Hilário Félix Dantas, jornal Kyrie, fev/2010

Hoje pela manhã, os carnaubense e os romeiros puderam participar da Missa em ação de graças e bênção pelo embelezamento das estruturas físicas do Monte do Galo. A santa missa foi celebrada pelo Pe. João Paulo, no cimo do Monte do Galo.
No mês de outrubro do ano passado, a Paróquia havia feito a pintura e recuperação da Capela de Nossa Senhora das Vitórias, localizada no cimo do Monte, como noticiado no jornal Kyrie (edição 19, janeiro/2010). Mas, neste início do ano, um carnaubense devoto de Nossa Senhora das Vitórias resolveu cuidar da limpeza e restauração de todo o restante da estrutura física do Monte do Galo, trabalho esse que foi concluído e que foi abençoado nesta manhã de domingo.

JESUS RESISTE À TENTAÇÃO

REFLEXÃO DO EVANGELHO

Quaresma, quadragésimo dia antes da Páscoa. Na Igreja das origens, era o tempo de preparação para obatismo na noite pascalQuaresma, quadragésimo dia antes da Páscoa. Na Igreja das origens, era o tempo de preparação para obatismo na noite pascal.

Também Jesus passou por um "tempo de quarentena" (evangelho). Reviveu toda a história do povo. Conheceu a tentação da fome (cf. Nm 14), mas recordou o ensinamento de Deus: "Não se vive só de pão" (Dt 8,3). Conheceu a tentação do bezerro de ouro, ou seja, de adorar um falso deus, que fornecesse riqueza (cf. Ex 32); mas respondeu, com a palavra de Deus: "Só a Deus adorarás" (Dt 6,13). Conheceu a tentação mais refinada que se pode imaginar, a de manipular o poder de Deus para encurtar o caminho; mas a experiência de Israel, resumida em Dt, lhe oferece novamente a resposta: "Não tentarás o Senhor, teu Deus" (Dt 6,16). Jesus venceu o tentador no seu próprio terreno, o deserto, onde moram as serpentes e os escorpiões, onde Deus provou Israel, mas também Israel tinha colocado o próprio Deus à prova (Sl 95[94],9). Jesus não tentou Deus, mas venceu o tentador. Pelo menos por enquanto, pois a grande tentação ficou para "a hora determinada" (cf. Lc 22,3.31.39).
Em Lc, Jesus é o grande orante, o modelo do fiel. Jesus resistiu à tentação de tentar Deus: sinal de sua imensa confiança no Pai. Ele professa a fé no único Deus como regra de sua vida. Ele se alimenta com a palavra que sai da boca do Altíssimo. Nossa quaresma deve ser um estar com Jesus no deserto, para, como ele, dar a Deus o lugar central de nossa vida. Como ele, com ele e por ele, pois é dando a Jesus o lugar central, que o damos a Deus também. Neste sentido, a quaresma é realmente "ser sepultado com Cristo", para, na noite pascal, com ele ressuscitar.
Lc traz as tentações em ordem diferente de Mt (cf. ano A). Em Mt, o auge é a tentação de adorar o demônio; em Lc, o "transporte" para Jerusalém. Ora, todo o evangelho de Lc é uma migração de Jesus para Jerusalém, e a tentação decisiva será a "tentação de Jerusalém". Jesus resistirá a esse ataque decisivo, na mesma cidade de Jerusalém. Assim, as tentações prefiguram o caminho de Jesus. Por isso é tão importante que nós nos unamos a ele neste "tempo de quarenta", em espírito de prova de nossa fé e vida. É isso que lembra a oração do dia: tornar nossa vida conforme à do Cristo. O salmo responsorial é o Sl 91 [90], que inspirou o Satanás para a terceira tentação, mas que também contém em si a resposta ao Satanás: a ilimitada confiança em Deus.

1º DOMINGO DA QUARESMA - Jesus supera as tentações



EVANGELHO: Lucas 4,1-13

Repleto do Espírito Santo, Jesus voltou do rio Jordão, e era conduzido pelo Espírito através do deserto. Aí ele foi tentado pelo diabo durante quarenta dias. Não comeu nada nesses dias e, depois disso, sentiu fome. Então o diabo disse a Jesus: «Se tu és Filho de Deus, manda que essa pedra se torne pão.» Jesus respondeu: «A Escritura diz: ‘Não só de pão vive o homem’.» O diabo levou Jesus para o alto. Mostrou-lhe por um instante todos os reinos do mundo. E lhe disse: «Eu te darei todo o poder e riqueza desses reinos, porque tudo isso foi entregue a mim, e posso dá-lo a quem eu quiser. Portanto, se te ajoelhares diante de mim, tudo isso será teu.» Jesus respondeu: «A Escritura diz: ‘Você adorará o Senhor seu Deus, e somente a ele servirá’.» Depois o diabo levou Jesus a Jerusalém, colocou-o na parte mais alta do Templo. E lhe disse: «Se tu és Filho de Deus, joga-te daqui para baixo. Porque a Escritura diz: ‘Deus ordenará aos seus anjos a teu respeito, que te guardem com cuidado’. E mais ainda: ‘Eles te levarão nas mãos, para que não tropeces em nenhuma pedra’.» Mas Jesus respondeu: «A Escritura diz: ‘Não tente o Senhor seu Deus’.» Tendo esgotado todas as formas de tentação, o diabo se afastou de Jesus, para voltar no tempo oportuno.