Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

15 de dez de 2009

Assembléia de Pastoral (1º dia)


A Assembléia de Pastoral de nossa Paróquia iniciou seus trabalhos hoje à noite, após a celebração da Santa Missa, e contou nesse primeiro dia com a participação de diversos setores de nossa Paróquia.
A reunião começou com a explanação sobre o significado da palavra PASTORAL, obra realizada por Deus, por meio do Espírito e pela pessoa que crê, através de sua cooperação livre e responsável.
Durante a reunião, foi mostrada aos presentes uma síntese da avaliação feita pelas diversas pastorais da paróquia, sobre a realidade carnaubense que nos interpela (situação sócio-cultural, econômica, sócio-política, religiosa), os discípulos missionários numa Igreja em estado permanente de missão, e as pistas de ação para a missão evangelizadora.
Em continuação, Pe. João Paulo esclareceu acerca dos pontos a serem levantados para a elaboração do nosso PLANO DE PASTORAL, os quais serão analisados mais detalhadamente no encontro de amanhã, 16 de dezembro.
Para finalizar esse primeiro dia de assembléia, o grupo foi dividido em 05 grupos, para a escolha das prioridades para os próximos três anos na nossa Paróquia.
Encerramos esse primeiro dia com a certeza de que amanhã contaremos com a participação de mais pessoas, e que, em conjunto, chegaremos ao nosso objetivo: planejamento e organização, evangelizando sempre, em busca do crescimento da fé e de uma melhor qualidade de vida para todos os cristãos.

REFLEXÃO DO DIA - Terça-Feira 15/12

«O que vocês acham disto? Certo homem tinha dois filhos. Ele foi ao mais velho, e disse: ‘Filho, vá trabalhar hoje na vinha’. O filho respondeu: ‘Não quero’. Mas depois arrependeu-se, e foi. O pai dirigiu-se ao outro filho, e disse a mesma coisa. Esse respondeu: ‘Sim, senhor, eu vou’. Mas não foi. Qual dos dois fez a vontade do pai?» Os chefes dos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: «O filho mais velho.» Então Jesus lhes disse: «Pois eu garanto a vocês: os cobradores de impostos e as prostitutas vão entrar antes de vocês no Reino do Céu. Porque João veio até vocês para mostrar o caminho da justiça, e vocês não acreditaram nele. Os cobradores de impostos e as prostitutas acreditaram nele. Vocês, porém, mesmo vendo isso, não se arrependeram para acreditar nele.» (Mt 21, 28-32)
Novamente o Evangelho nos mostra a pessoa de João Batista e a sua missão de precursor do Messias. Acreditar nas palavras de João acarreta na vivência do compromisso da conversão, e não uma mera conversão de palavras, mas conversão que exige gestos concretos que a demonstre. Por isso que Jesus nos conta inicialmente a parábola. Ele nos mostra que de nada adianta a adesão a uma religião formal, ritualista, que não tenha nenhum vínculo com a vivência do amor, pois o que é necessário é o cumprimento da vontade de Deus, e não o que falamos a ele, pois a fé é para ser vivida e não simplesmente anunciada.
Fonte: CNBB