Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

19 de jul de 2010

ECC realiza encontro de 2ª etapa em Jardim do Seridó







Encontro de Casais com Cristo – ECC realizou nos dias 16, 17 e 18 de julho o Encontro de 2ª Etapa em Jardim do Seridó.
Este evento aconteceu em comunhão com casais do ECC da Paróquia de São José da cidade de Carnaúba dos Dantas e casais da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios de Cruzeta. Foi uma experiência muito bonita de família, onde estes casais puderam vivenciar um tempo de renovação familiar, conjugal e espiritual.
“O ECC é um serviço da Igreja em favor da evangelização das famílias, que procura construir o Reino de Deus, aqui e agora, a partir da família, da comunidade paroquial, mostrando pistas para que os casais se reencontrem com eles mesmos, com os filhos, com a comunidade e, principalmente, com Cristo, tendo uma visão do que é ser Igreja hoje, e de seu compromisso com a dignidade da pessoa humana e com a justiça social”. (Documento Nacional p.13).
O Encontro de Casais com Cristo é um serviço da Igreja, em favor das famílias, que teve origem em 1970, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Pompéia, em São Paulo – SP por iniciativa do Pe. Alfonso Pastore. Nasceu da inquietude de um sacerdote que dedicou quase 30 anos de vida sacerdotal à Pastoral Familiar e hoje o ECC é uma realidade no Brasil inteiro, de norte a sul, de leste a oeste, atuando em diversos movimentos e pastorais da Igreja.


“O casal participa do ECC não apenas para servir nos outros encontros, mas para viver uma vida familiar cristã, assumir tarefas na Comunidade, integrando-se totalmente na Pastoral Paroquial, principalmente na Pastoral Familiar da Paróquia, e ser um instrumento de Deus na Sociedade.”
(Pe. Alfonso Pastore)

21º aniversário de ordenação sacerdotal de Padre Henock Demétrio




Há acontecimentos e datas que não podemos esquecer. No que diz respeito à vocação, muito mais se torna importante fazer memória, principalmente, como atitude de ação de graças pelo dom recebido.
Foi neste contexto que a comunidade cristã carnaubense comemorou na noite de ontem, 18, o 21º aniversário de ordenação sacerdotal do Padre Henock Demétrio da Silva, com missa celebrada às 19 horas, na Matriz de São José. Os paroquianos que estiveram presentes puderam render graças por este servo de Deus, que esteve como pastor desta paróquia por 19 anos.
A Celebração Eucarística foi concelebrada por Padre João Paulo Pereira de Araújo, administrador paroquial, que durante a homilia falou sobre a importância desse servo de Deus nas nossas vidas, pois através de suas mãos tantos de nós recebemos os Sacramentos; rogando a Deus que Padre Henock, como Marta, continue no serviço a Ele, e, como Maria, persevere sempre na escuta do que o Pai quer lhe dizer, através da Oração.
No final da missa, o Padre Henock, demonstrando grande emoção, agradeceu a todos os carnaubenses, como também ao Padre João Paulo, falando sobre o dom do sacerdócio, sobre a doação de suas vidas, um verdadeiro despojar-se de si mesmo para o serviço de Deus. Falou, ainda, que tudo é obra do Espírito de Deus em sua vida.
Que o nosso Padroeiro São José interceda a Deus por sua vida e a Virgem Mãe Santíssima o cubra e proteja com Seu Manto Celestial, estando à frente de todas as dificuldades e obstáculos que se puserem em seu caminho.

Novas normas contra delitos graves, resposta eficaz da Igreja

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 19 de julho de 2010 (ZENIT.org) – As novas Normae de gravioribus delictis aprovadas pela Santa Sé representam uma resposta eficaz e duradoura da Igreja aos delitos contra a fé, observa o porta-voz vaticano Pe. Federico Lombardi SJ.

O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé analisou os avanços alcançados com o novo documento pelo qual a Igreja responde aos desvios e delitos praticados contra os sacramentos da Eucaristia, da Penitência a da Ordem sacerdotal, incluindo os crimes de abuso e maus tratos contra menores por membros do clero.

“Com a publicação das novas normas para tratar e punir os crimes de abuso contra menores por membros do clero, a Igreja deu um passo significativo em relação à questão, com respostas duradouras e de impacto profundo”, explica Pe. Lombardi no último editorial do “Octava Dies”, publicação semanal do Centro Televisivo Vaticano.

“As leis, claras e bem divulgadas, constituem de fato uma orientação indispenável para qualquer grande comunidade, como é a Igreja católica, que deve observar, além das normas comuns autônomas, também aquelas dos muitos países onde vive”.

“Países nos quais, obviamente, as justas leis são respeitadas e postas em prática pelos homens da Igreja, como por quaisquer cidadãos, também no que se refere aos crimes de abuso”.

“Com as novas normas canônicas os procedimentos podem ser mais rápidos e eficazes, os tribunais eclesiásticos podem agora ser compostos por pessoal leigo competente com maior facilidade, o tempo para prescrição foi dobrado, e permanecem sempre possíveis exceções em casos de especial gravidade”, observa.

“Naturalmente, a lei é necessária, mas não é tudo. É necessário também empenho no âmbito educativo, de formação do clero e do pessoal que atua nas instituições ligadas à Igreja, ações preventivas e informativas, além do diálogo e acompanhamento pessoal das vítimas”.

“Da sua parte, a Congregação para a Doutrina da Fé continua a trabalhar para dar apoio aos episcopados ao formularem diretrizes locais coerentes e eficazes”, destaca.

“A nova lei é importantíssima, mas sabemos que nosso compromisso com um testemunho mais evangélico e puro deve ser de longo prazo”, conclui Pe. Lombardi.