Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

25 de jun de 2010

Cáritas e CNBB saem em ajuda das vítimas das chuvas no nordeste

80 municípios de Alagoas e Pernambuco foram fortemente atingidos

BRASÍLIA, quinta-feira, 24 de junho de 2010 (ZENIT.org) – A Cáritas Brasileira e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lançaram ontem (23/06) uma campanha de auxílio às vítimas das chuvas nos Estados de Alagoas e Pernambuco (nordeste do país).
Já ultrapassa 40 o número de mortes em decorrência das fortes chuvas e enchentes dos últimos dias nos dois Estados do nordeste. 80 cidades foram fortemente atingidas.
De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, em Alagoas, 26 municípios foram atingidos, sendo que três deles decretaram situação de emergência e 15, estado de calamidade pública.
No Estado de Pernambuco, 54 cidades foram atingidas. Desses municípios, 30 decretaram situação de emergência e nove decretaram estado de calamidade pública.
De acordo com balanço feito na noite de ontem pelas defesas civis estaduais, em Alagoas já foram contabilizados 26.141 desabrigados, 47.687 desalojados e 29 óbitos. O número de desaparecidos chega a 607 pessoas. Em Pernambuco, são 17.809 desabrigados, 24.552 desalojados e 13 mortes.
O município com o maior número de afetados no Estado de Alagoas foi o de União dos Palmares, com 55 mil pessoas atingidas, também apresentando o maior número de desabrigados, com nove mil pessoas. Murici (AL) é o município com mais desalojados, somando dez mil pessoas.
A Campanha da CNBB e da Cáritas, intitulada “SOS Pernambuco e Alagoas”, pretende arrecadar fundos que serão convertidos em ajuda concreta às vítimas, como, por exemplo, o fornecimento de alimentos e medicamentos. As doações podem ser depositadas no Banco do Brasil, Agência 3505-X, Conta Corrente 5821-1.
Na internet: http://www.caritas.org.br/

SERES EM PEDAÇOS

O livro da Boa Nova segundo Mateus transcreve minuciosamente as orientações de Jesus no alto do monte. No seu Sermão da Montanha estão os princípios norteadores para os discípulos do mundo novo. Descendo para a planície, Jesus vai se encontrar com a miséria, a dor, o sofrimento. O primeiro milagre operado por Jesus, segundo a versão da Boa Nova de Mateus, é o da cura de um leproso. Assim, o texto de Mateus vai alternar conversas mais íntimas de Jesus com os seus, colóquios que visavam formar convicções e o encontro com a vida: os lírios dos campos, a postura alegre e bonita de pessoas simples diante da vida e também o contacto com a miséria, a fome, a dor, a viuvez, as perdas e alguns ganhos. Enorme é a lista de pessoas agraciadas com atenções particulares de Jesus: multidão faminta, cegos e coxos, mães e pais de filhos doentes, pessoas possuídas pelo mal. O Jesus pregador no alto da montanha é um mestre sublime. Quando desce, será o salvador.

A vida cristã é complexa. Não se trata apenas de conseguir uma amizade pessoal e íntima com Jesus. Embora isso seja de suma importância. Não consiste apenas na participação dos fiéis nos sacramentos e de modo particular na missa, embora fazendo isso os discípulos se unam mais intensamente ao seu mistério adorável de Cristo. Há momentos em que precisamos estar entre nós, como comunidade de irmãos. Necessitamos do conforto da fraternidade, precisamos ouvir juntos a Palavra....

Mas saímos, deixamos a fraternidade e vamos pelo mundo afora. Ali, nós, os cristãos, seremos uma presença atenciosa e carinhosa para com todos os que precisam de “salvação”. Fácil escrever esta frase. Meus dedos foram deslizando nas fileiras de linhas do computador. Uma coisa é escrever e outra concretizar.

Há uma presença junto de todos os que sofrem dores, fome, solidão. Na medida do possível seremos bons. Cuidaremos das feridas, saciaremos a fome e quebraremos a solidão. Há uma presença discreta mas firme junto dos que vão se degradando com as drogas, com uma sexualidade sem sentido, uma falta de atenção ao seu mistério pessoal. Como fazer isso? Será preciso gastar tempo, ter criatividade. Há ainda uma postura coletiva de reação política contra todo sofrimento que as pessoas padecem porque a escola não é boa, os salários são minguados, os hospitais vivem sem verbas.... enquanto dinheiros públicos locupletam o bolso daqueles que foram escolhidos para organizar o bem na sociedade.

Descemos da montanha do sermão das bem-aventuranças para sermos salvadores de tantos que sofrem e morrem... Esta é a nossa missão...

EVANGELHO DO DIA - Mateus 8,1-4

Quando Jesus desceu da montanha, grandes multidões começaram a segui-lo. Eis que um leproso aproximou-se e ajoelhou-se diante de Jesus, dizendo: «Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar.» Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: «Eu quero, fique purificado.» No mesmo instante o homem ficou purificado da lepra. Então Jesus lhe disse: «Não conte isso a ninguém! Vá pedir ao sacerdote para examinar você, e depois faça a oferta que Moisés mandou, a fim de que seja um testemunho para eles.»
PALAVRAS DA SALVAÇÃO - Glória a vós, Senhor