Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

21 de out de 2009

Programação da Festa para amanhã (22/10)

6 horas - Missa na Capela de Santa Rita
8 horas - Mutirão de confissões individuais, com padres da diocese
Das 12 às 13 horas - Hora da Graça, com adoração ao Santíssimo Sacramento
14 horas - Continuação do mutirão de confissões individuais
19 horas - 7ª novena da festa
Pregador: Pe. Anchieta, de Picuí/PB
TEMA DA NOITE: "Catequese e sinais dos tempos"

Programação Sócio-Religiosa, no Largo da Matriz
No palco:
- Dedé Sanfoneiro
- Ministério de Música "Mensagem Divina"
- Preá e Aninha

6ª Novena da festa








Hoje, a 6ª novena da festa de N. Sra. das Vitórias contou com a participação dos agricultores e dos componentes do Terço dos Homens da nossa paróquia. A Palavra foi proferida pelo Pe. Henock, que também nos falou sobre a "Liturgia e Catequese". Durante a celebração, os agricultores puderam ofertar o fruto do seu trabalho no altar do Senhor. Após a novena, aconteceu o leilão dos agricultores, com as ofertas dadas pelos mesmos.

Fotos do Desfile de Bonecas



Fotos: R&H Produções

5ª Novena da festa

Ontem (20/10), tivemos mais uma noite de novena, de adoração, de reflexão. Contamos com a participação da comunidade em geral, dos alunos da Escola Genius, dos Casais do ECC. A novena foi celebrada pelo Pe. Marcone, que nos falou sobre a Palavra de Deus como fundamento da catequese. Pe. Stanley, filho da terra, também esteve presente na novena.
Após a celebração, no largo da Matriz, houve o desfile das bonecas, representando os Estados Brasileiros, e show de música ao vivo com Agnelo Junior.
Fotos: R&H Produções

Músicas que evangelizam


Maria vivia em oração
Maria provada no sofrimento
Maria guardava no coração
Maria pra Jesus um alento.

Oh, Maria, ensina-me a ser assim
Como filho em Deus tudo esperar
Mãe querida, vem comigo caminhar
Oh, Maria, roga a Jesus por mim!

Maria que não se rebelou
Maria por nós ofereceu
Maria que os pastorinhos ensinou
Maria que em Fátima apareceu.
MARIA, Eliana Ribeiro

REFLEXÃO DO DIA: Quarta-Feira 21/10

Jesus falou aos discípulos: "Fiquem certos: se o dono da casa soubesse a hora em que 0 ladrão iria chegar, não deixaria que lhe arrombasse a casa. Vocês também estejam preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que vocês menos esperarem." Então Pedro disse a Jesus: "Senhor, estás contando essa parábola só para nós, ou para todos?" E o Senhor respondeu: "Quem é o administrador fiel e prudente, que o senhor coloca à frente do pessoal de sua casa, para dar a comida a todos na hora certa? Feliz o empregado que o senhor, ao chegar, encontra fazendo isso! Em verdade, eu digo a vocês: o senhor lhe confiará a adminstração de todos os seus bens. Mas se esse empregado pensar: 'Meu patrão está demorando', e se puser a surrar os criados e criadas, a comer, beber e embriagar-se, o senhor desse empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista. O senhor o expulsará de casa e o fará tomar parte do destino dos infiéis. Todavia, aquele empregado que, mesmo conhecendo a vontado do seu senhor, não ficou preparado, nem agiu conforme a vontade dele, será chicoteado muitas vezes. Mas o empregado que não sabia e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito será exigido." (Lc 12, 39-48)
O Filho do Homem vai chegar na hora em que menos esperamos, pois ele está sempre chegando até nós nos pobres e necessitados. Os que esperam a vinda de Jesus somente no último dia tornam-se pregadores do fim do mundo e vivem uma fé ritual, são incapazes de amar verdadeiramente e, na verdade, não conhecem Jesus presente em suas vidas, possuem uma fé egoísta, pois a espera de Jesus não é para o encontro com ele, mas para ganhar o prêmio eterno. A longa espera e a falta de vivência concreta do amor faz com que essas pessoas desanimem e maltratem seus irmãos e irmãs, fazendo-se merecedores da sorte dos infiéis.
Fonte: CNBB