Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

16 de mar de 2010

NA PISCINA DE BETESDA

REFLEXÃO DO EVANGELHO

Piscina, água, batismo...tudo em torno da quaresma. Havia em Jerusalém uma piscina chamada Betesda. “Muitos doentes ficavam ali deitados: cegos, coxos e paralíticos. De fato, um anjo descia, de vez em quando, e movimentava a água da piscina e o primeiro doente que ali entrasse, depois do borbulhar da água, ficava curado de qualquer doença”.
Ali estava um homem doente há trinta e oito anos. Jesus olha o doente e pergunta: “Queres ficar curado?” E ele responde: “Senhor, eu não tenho ninguém que me leve à piscina quando a água é agitada. Quando estou chegando, outro entra na minha frente”. E era um paralítico. “Levanta-te, pega na tua cama e anda”. No mesmo instante, o homem ficou curado, pegou em sua cama e começou a andar”.
E ele ficara curado, feliz, contente. Demonstrara confiança total em Jesus. E, curado, carrega a cama e anda... E os circunstantes complicam a história. Dizem ao curado que não podia carregar sua cama em dia de sábado... Era falta grave.
O curado mostra total confiança e fidelidade em Jesus: “Aquele que me curou disse: Pega tua cama e anda.” E o homem nem sabia quem lhe havia curado.
Vai compreendendo melhor o mistério da coisas que lhe haviam ocorrido. Ele reencontra-se com Jesus mais tarde no templo... “Eis que estás curado. Não voltes a pecar, para que não te aconteça coisa pior”. Jesus estabelece um vínculo entre doença e pecado. Mas o Mestre cura... doença e pecado. Tudo junto.
E o que fora curado passou anunciar o nome de Jesus. Por isso, os judeus começaram a perseguir Jesus, porque fazia tais coisas em dia de sábado...Os judeus se mostram cegos, simplesmente cegos...
Admirável esse encontro: um paralitico do corpo e do coração, um homem que queria ser curado do corpo. Jesus lhe oferece também a cura do interior, a do coração. E ele se torna discípulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário