Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

27 de jul de 2011

"Jesus, o jeito novo de ser"




Neste ano de 2011, as duas paróquias da Diocese, consagradas a Sant’Ana, a de Caicó e a de Currais Novos, escolheram o mesmo tema da festa: “Jesus, o jeito novo de ser” e o mesmo lema: “Nas pegadas de Jesus, somos Igreja em missão”. As paróquias de Sant’Ana estão sintonia com o plano pastoral diocesano, que propõe para este ano ações missionárias dentro do grande movimento da Igreja do Continente latino-americano e caribenho, a Missão Continental. Este é, sem dúvida, um sopro do Espírito Santo sobre o nosso Continente. Queremos, pois, à luz do Documento de Aparecida, que nos chama a sermos discípulos e missionários, e da Exortação Apostólica Verbum Domini sobre a Palavra de Deus, que aponta para a atualidade da revelação do Pai, em Jesus Cristo, na Igreja, assimilar o sopro renovador do Espírito Santo que desce sobre nossa Igreja do Seridó: o caminho da missão com seus “novos métodos e novo ardor”.
Jesus é o missionário do Pai. Ele veio comunicar a Palavra definitiva do Pai para a humanidade:a salvação. E cumpriu de modo surpreendente o plano divino, encarnando-se, assumindo tudo que é humano, menos o pecado, consumando no altar da cruz no calvário a sua entrega radical, sacrificando-se e dando a vida para a salvação de todos. Na cruz, Jesus pronunciou a última Palavra do Pai para a humanidade pecadora: eis o meu amor. Quem crê neste mistério de doação será salvo. Quem olhar com fé para o crucificado não será atingido pelo crivo da morte, mas ressuscitará no último dia.
O novo jeito de ser de Jesus é o amor mais terno, mais puro, mais envolvente, mais comovedor, que o homem conheceu. Quem conseguir ver esta luz iluminado fica! Quem conseguir receber esta mensagem se renova interiormente e jamais será a mesma pessoa. Quem experimentar a doçura deste amor esquecerá as amarguras da vida e aprenderá a viver docemente, pois encontrou o sentido da sua vida.
O homem mais livre que o mundo já conheceu, ensina-nos os caminhos da liberdade. Livres do jugo dos outros homens, livres do domínio do pecado, livres do egoísmo, das vaidades, das ilusões, dos vícios, do mal, aqueles que seguem Jesus, o novo homem, tornam-se filhos e filhas de Deus. Somente quem alcança esta liberdade, no Espírito Santo, pode viver a alegria dos Filhos do Pai, em Cristo Jesus.
Jesus, o homem mais livre deste mundo, foi também o mais verdadeiro, amante da verdade e nos ensinou: “a verdade vos libertará”. É preciso buscar a verdade como caminho de luz, de vida e de salvação. Isto significa que não se pode negociar a verdade. Ela é um bem irrenunciável, pois depende dela a nossa liberdade do jugo do demônio, que é o pai da mentira. Tantos projetos falidos porque se fundamentam em proposições falsas que geram estrutura minada, que não suporta o peso do tempo e a necessidade imperativa da verdade.
Jesus Cristo, Mestre do Amor, ensina-nos que o jeito feliz de viver neste mundo é cumprir o mandamento novo: “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. O amor perpassa todas as instâncias da existência. Começa na família, vai da concepção até a morte, na comunidade de fé, nas escolas, nos ambientes de trabalho, de diversão e de entretenimento. O ser humano precisa do amor como precisa do ar para respirar.
O novo jeito de ser que Jesus apresenta é centrado na liberdade, na verdade e no amor! Deste tripé brotam as características da pessoa nova, Jesus Cristo, e dos seus discípulos e missionários: simplicidade, humildade, serenidade, alegria, fraternidade, solidariedade, generosidade, sensibilidade diante do sofrimento do outro e compromisso com o semelhante.
Que Sant’Ana nos ajude a viver esse novo jeito de ser com a graça do Filho de Deus, o Filho de Maria e seu neto amado!


Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz
Bispo Diocesano de Caicó – RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário