Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

18 de mai de 2010

“PAI, OLHA POR ELES QUE PERMANECEM NO MUNDO”

Bela e profunda a oração de Jesus no término do Discurso de Despedida de Jesus. João fala da hora, hora da cruz e da glorificação.

Pai, chegou a hora. Jesus sabia que sua hora chegaria. Hora da dispersão, hora de recolher no fundo do coração energia e coragem, hora de afirmar, apesar da noite escura, toda confiança.

Jesus pede que o Pai o glorifique.

Glorifica o teu Filho, para que o teu Filho te glorifique a ti e, porque lhe deste poder sobre todo homem, ele dê a vida eterna a todos que lhe confiaste.

A vida eterna é que as pessoas conheçam o Pai e a Cristo. Essa a missão da Igreja. Sempre de novo, por palavras e sinais, anunciar a todos os que chegam que o Pai ama a cada um, que tem um projeto para todos, que quer levá-los à plenitude da existência e que conheçam experimentalmente esse Cristo que veio do Pai e nos abriu uma estrada para a vida. A vida eterna é exultar de alegria porque o Pai nos ama e nos deu esse Filho que é caminho, verdade, vida, pastor, pão, tudo, absolutamente tudo. A missão da Igreja é precisamente passar o fogo do amor de Cristo a todos.

Jesus, em sua oração, fala da fé dos seus.

Eram teus e tu os confiaste a mim, e eles guardaram a tua palavra. Agora eles sabem que tudo quanto me deste vem de ti, pois dei-lhes as palavras que tu me deste e eles as acolheram e reconheceram verdadeiramente que eu saí de ti e acreditaram que tu me enviaste.

E naquele momento cada um de nós esteve presente na oração do Senhor. Ela pedia ao Pai por todos os que lhe tinham sido confiados pelo Pai. Não pedia pelo mundo. Mas os seus permaneceriam no mundo, mundo das vaidades, do orgulho, da indiferença, da maldade, da inveja, das aparências. Jesus, partindo, apresenta os seus ao Pai.

Naquela noite, na Ceia da Despedida, no Discurso de Adeus ele, o Filho, rezou para que nossa fé não arrefecesse. Já não estou no mundo, mas eles permanecem no mundo, enquanto eu vou para junto de ti.

Ó Deus de poder e de misericórdia,
fazei que o Espírito Santo,
vindo habitar em nossos corações,
nos torne um templo da sua glória
(Oração do dia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário