Os textos e fotografias produzidos pela equipe da PASCOM da Paróquia São José – C. dos Dantas podem ser livremente utilizados, mencionando-se o blog http://www.montedogalo2009.blogspot.com/ como fonte

18 de abr de 2010

Implantação da Pastoral Familiar

Está sendo implantada hoje, domingo (18/04), a Pastoral Familiar na Paróquia de São José de Carnaúba dos Dantas. O encontro de implantação acontecerá durante todo o dia, no CEJUC, com paletras explicativas acerca dessa pastoral.

O QUE É A PASTORAL FAMILIAR:
É um serviço que se realiza na Igreja e com a Igreja, de forma organizada e planejada através de agentes específicos, com metodologia própria, tendo como objetivo apoiar a família a partir da realidade em que se encontra, para que possa existir e viver dignamente, estabelecer relacionamentos e formar as novas gerações conforme o plano de Deus.
A pastoral abrange todas as famílias, independentemente de sua situação familiar, com o propósito de promover a inclusão e resgatar os valores e a dignidade de cada pessoa.
No Concilio Vaticano II começou-se a delinear na Igreja uma proposta inspiradora para os esforços da evangelização da família. No Brasil, a Pastoral Familiar começou a sistematizar a sua caminhada na década de 80, onde foram realizados vários encontros nacionais com representantes de alguns movimentos e serviços familiares. Em 1981, no IV Sínodo dos Bispos, foi promulgado a Exortação Apostólica Familiaris Consortio sobre a missão da família cristã no mundo de hoje.

A Comissão Episcopal Pastoral para a vida e a Família propõe a seguinte organização em nível diocesano e Paroquial.
a) SETOR PRÉ-MATRIMONIAL
· Preparação Remota. Articular com: Crisma, jovens, catequese e escola.
· Preparação Próxima: Evangelizar namorados e noivos.
· Preparação Imediata: Diálogo com o Padre, Retiro Espiritual, Rito Sacramental e Celebração.

b) SETOR PÓS -MATRIMONIAL
· Oferecer ajuda e formação para recém-casados e grupos familiares.
· Formação continua para a vida conjugal, familiar e comunitária e Celebrações Especiais.

c) SETOR CASOS ESPECIAIS
· Os casais em segunda união e seus filhos sejam acolhidos, acompanhados e incentivados, conforme sua situação, a participarem da vida da Igreja, segundo as orientações do Magistério.
· Acompanhar as diferentes realidades das famílias de migrantes, mães e pais solteiros, famílias com filhos deficientes ou drogados, famílias distanciadas da Igreja, matrimônios mistos, atenção especiais aos idosos, viúvos, casais em segunda união, alcoolismo etc.

A Pastoral Familiar constrói sua organicidade buscando estabelecer cooperação com outras iniciativas da Igreja, no estilo Corpo de Cristo. É uma Pastoral bastante abrangente, inclue o casal, os filhos, os parentes, a comunidade e a sociedade. Por isso, deve trabalhar com as outras pastorais, porque tudo parte da família e, ao mesmo tempo tudo se dirige à família, é voltada para a família, “um dos eixos transversais de toda a ação evangelizadora”. E, nela todas as pessoas tem lugar, todas as pastorais, movimentos, serviços e institutos, de uma maneira ou de outra, tem sua contribuição a dar, como também contribuição a receber.
A Pastoral Familiar surge como uma resposta da Igreja em favor da família que, agredida, se desestrutura e tem dificuldades de existir, evangelizar os relacionamentos, e formar cidadãos.

2 comentários:

  1. Parabéns aos paroquianos da paróquia são José pela implantação da Pastoral Familiar. Que Deus os conceda muitas bênçãos e que as sementes plantadas no seio da familia frutifique abundantemente!
    Gilberto/ Uruguaiana-RS

    ResponderExcluir
  2. isso é muinto bom p/ nos q/ estamos entrano no plano pastoral

    ResponderExcluir